Mito ou verdade: Construção sustentável é mais cara?

Mito ou verdade: Construção sustentável é mais cara?

É isso o que dizem a maioria das pessoas – e até empresas.

Mas você já parou para pensar no que envolve uma construção sustentável? Ou melhor, já parou para analisar todo o processo?

Chegou a hora de você saber o que não querem que você saiba:

As maneiras de economizar e reduzir desperdícios de material EXISTEM, e reduzem principalmente o impacto ambiental que disso resulta. Mas estas maneiras não estão acessíveis para todo mundo, e a falta de informação a respeito é grande…

Existem tecnologias próprias, métodos que funcionam em vários países do mundo, e que podem (e devem!) ser perfeitamente aplicados por aqui, no Brasil.

Agora, eu vou te explicar como isso tudo funciona, e como você também pode ter uma construção sustentável de baixo custo.

Para isso, você precisa entender que: 

O Brasil é um dos países com maior déficit habitacional. As pessoas se rendem ao aluguel (e gastam mais de 30% do salário neles) ou ainda, a construções comuns próprias, quando, na relação custo-benefício, gastariam bem menos para ter um imóvel só delas – e que fosse também alinhado ao meio ambiente.

Além disso, os números assustam:

Você sabia que a construção civil em áreas urbanizadas é responsável pelo consumo de cerca de 50% da água potável fornecida?

Ou ainda, que 60% do total de resíduos produzidos nas cidades brasileiras têm origem na construção civil?

E que, para cada tonelada de clinquer (componente básico do cimento) produzido, mais de 600 kg de CO2 são lançados na atmosfera?

Pois é…

O impacto ambiental é absurdo de grande e significativo.

E como podemos resolver isso?

Com construção a seco.

Construção a seco é uma técnica que visa o fim de desperdícios de recursos naturais e matéria prima.

Isto posto, e tomando por base uma casa com 250 metros quadrados na região metropolitana de Campinas, listei abaixo as vantagens da adoção da sustentabilidade em seu projeto:

  • A construção a seco tem desperdício de materiais calculados em 3%, enquanto a alvenaria comum desperdiça 30%;
  • Reduz-se o número de caçambas contratadas para retirar o entulho;
  • Gera 0,4% de economia com as contas de água e luz.

Percebe como a construção a seco pode ser a solução?

E ela está mais perto de você do que você imagina!

A melhor maneira de se reduzir os custos é aplicando a sustentabilidade DESDE O INÍCIO.

“Isso quer dizer que deveríamos ter colocado em prática a sustentabilidade desde a época em que aprendíamos sobre isso na escola?” 

Para o bem do país, sim. Mas para uma construção melhor e mais econômica ainda dá tempo…

Eu te explico:

A sustentabilidade para nós, da Atos Arquitetura, não é só na obra propriamente dita, mas começa já na fase de projeto, com soluções racionais que propiciam redução de materiais e agilidade na obra.

Desta forma, reduz-se o gasto da obra em até 5%, e ainda é possível economizar 60% no tempo de entrega do projeto (que agiliza MUITO!).

A Atos realiza projetos arquitetônicos, auditoria de obra, arquitetura de interiores e assessoria técnica para pessoas físicas jurídicas, órgãos governamentais ou instituições sem fim lucrativo. Para conhecer mais sobre o nosso trabalho, ou ainda, realizar uma construção ou projeto sustentável e econômico, é só clicar aqui.

Nossa equipe terá prazer em entrar em contato! Além disso, suas dúvidas são sempre bem-vindas nos comentários abaixo. A gente responde rapidinho, viu? 😉